Share

Temporada de casamento

A COVID-19 pode ter parado a indústria de casamentos, mas, como diz o ditado, o amor vence tudo. Portanto, não é surpresa que todas as propostas dos últimos dois anos tenham se transformado em um 'sim' apenas neste ano.

Os casamentos são celebrados em todas as culturas do mundo como a formação da base de uma família. Esse apelo universal torna a indústria de casamentos um gigante que supera todos os outros tipos de eventos em tamanho e receita.

Para os solteiros por aí, esse setor é muito maior do que você esperaria. Subdividido em vários menores, inclui buffets, eventos, roupas, produtos e serviços de beleza, fotógrafos, presentes, planejadores de eventos, flores, música e muito mais.

Em 2019, o preço médio de um casamento era de US$24.679 nos EUA. Lembre-se de que isso exclui o custo dos anéis (o gasto médio do anel de noivado foi de US$5.900) e a lua de mel.

Então veio a pandemia, suspendendo todos os tipos de eventos em todo o mundo, incluindo casamentos. Mas, à medida que as restrições diminuíram em 2022, um boom de casamentos “pós-pandemia” fez com que um grande aumento no número de casais finalmente se casassem.

Somente nos EUA, mais de US$ 60 bilhões foram investidos na indústria em 2022, quase 20% a mais do que os números anteriores à Covid. O número de casamentos superou 2,6 milhões; esse é o maior número desde 1984, quase 30% a mais que os 2,02 milhões em 2019 e mais do que o dobro das cerimônias de 1,68 milhão no primeiro ano de lockdowns do COVID.

Infelizmente para os pombinhos, a indústria do casamento não foi poupada da inflação global e dos problemas da cadeia de suprimentos. A escassez de locais e fornecedores resultou em muitas celebrações acontecendo durante a semana, com o típico casamento americano custando cerca de US$ 27.000. Rendas mais baixas também levaram mais casais a optar por anéis de diamante cultivados em laboratório. Até os convidados do casamento tiveram que se preocupar com seu orçamento, sendo convidados para mais casamentos este ano e, nos Estados Unidos, gastando cerca de US$ 550 em cada um.

Enquanto o Ano dos Casamentos está chegando ao fim, a previsão é que 2023 seja igualmente movimentado. Com os problemas da inflação se espalhando pelo ano novo, nosso desejo aos noivos é que celebrar o amor não precise causar um estrago tão grande em suas carteiras.