1. The Stake Desk
  2. The Wrap
  3. Mercado Pet: ações para ficar de olho

Mercado Pet: ações para ficar de olho

Empresas focadas em produtos e serviços destinados a animais de estimação estão em crescimento e devem chegar a US$ 270 bilhões em 2025. Conheça 4 ações para ficar de olho.

Não foi só o relacionamento humano que sofreu modificações por conta da pandemia de coronavírus. A forma como as pessoas têm se relacionado com os animais de estimação também mudou completamente, contribuindo para aquecer ainda mais um setor que já era bem visto pelo mercado: o de pets.

Com as pessoas ficando ainda mais em casa, as necessidades dos bichinhos ficaram mais evidentes, resultando no aumento da oferta de produtos especiais, como rações premium e itens de higiene e limpeza,  que melhoram a convivência entre homens e animais, além de serviços veterinários e de banho e tosa.

De acordo com a pesquisa Global Pet Service Market: Growth Trends and Projections 2020-2025″, as vendas globais da indústria de cuidados com animais de estimação saíram de US$ 190 bilhões, em 2018, e a expectativa é que cresçam mais de 40% e cheguem a US$ 270 bilhões em 2025.

O Brasil é o segundo maior mercado do mundo em vendas de produtos pet, atrás apenas dos EUA, e encerrou 2020 perto de R$ 40,1 bilhões de faturamento no segmento, valor 13,5% superior em relação ao ano anterior, segundo dados do Instituto Pet Brasil. O país é também o segundo maior mercado do mundo em relação ao número de cães e gatos per capta (por 1.000 pessoas), de acordo com dados da Abinpet e Euromonitor.

Não à toa, grandes indústrias alimentícias estão de olho no filão pet, anunciando fusões e aquisições de companhias da área no Brasil. É o caso da BRF, que anunciou na sexta-feira (25) um acordo para comprar a empresa de ração para pets Mogiana Alimentos, uma semana depois de divulgar a aquisição de outra companhia do setor, a Hercosul.

Segundo a Reuters, a Moagiana Alimentos tem faturamento anual na casa de 450 milhões de reais e a Hercosul, pouco mais de 300 milhões de reais. Com as aquisições, a companhia de alimentos BRF passará de uma fatia no segmento de 0,2% para cerca de 10%, em um mercado de maior valor agregado que cresce mais de 20% ao ano no país.

A Nestlé Purina é outra grande companhia que acaba de anunciar um  investimento de cerca de 1 bilhão de reais para a construção de um novo parque industrial no Estado de Santa Catarina, com foco na produção de ração para cães e gatos. De acordo com a companhia, a nova fábrica “atenderá a crescente demanda do mercado brasileiro por alimentos para cães e gatos bem como consolidará o país como uma importante plataforma de exportação de produtos para outros países da América Latina, Estados Unidos e Europa”.

Pet na bolsa de valores

Enquanto no Brasil apenas uma empresa do segmento é comercializada na bolsa de valores (a Petz, que fez seu IPO em setembro do ano passado com valor de mercado de R$ 5,1 bilhões), nos Estados Unidos uma série de companhias do setor animam os investidores. Afinal, de acordo com relatório do ProShares, cerca de 85 milhões de famílias nos EUA têm animais de estimação — ou seja, cerca de 67% de todas as famílias. Um mercado amplo e aquecido.

Varejistas, fabricantes e distribuidores de alimentos e suprimentos, serviços veterinários, diagnósticos e medicamentos fazem parte da gama de empresas americanas do setor de capital aberto. Selecionamos 4 companhias para você conhecer e ficar de olho. Confira a lista:

Petco (WOOF)

A Petco (WOOF), sediada em San Diego, Califórnia, opera cerca de 1.470 lojas nos Estados Unidos e em Porto Rico e tem mais de 100 hospitais veterinários internos.

Fundada em 1965, a Petco foi adquirida pela CPP Investments e pela CVC Capital Partners em 2015 por cerca de US$ 4,7 bilhões. A Petco reportou vendas líquidas de US$ 3,6 bilhões e prejuízo líquido de US$ 20,3 milhões nas 39 semanas encerradas em 31 de outubro do ano passado.

A companhia teve um dos IPOs mais aguardados, sendo realizado em janeiro de 2021, e tendo sido avaliada em quase US$ 4 bilhões. A companhia arrecadou US$ 939 milhões em receitas líquidas,  US$ 122,5 milhões a mais do que o esperado pelo mercado.

Atualmente, as ações da Petco estão sendo vendidas próximo dos US$ 22.

IDEXX Laboratories (IDXX)

A IDEXX Laboratories fabrica e vende produtos e serviços para veterinários e animais domésticos. Além disso, desenvolve medicamentos para gado e aves. A empresa foi fundada em 1983 e está sediada em Westbrook, Maine, e vende seus produtos no mundo todo.

Nos últimos três anos, a empresa relatou lucros crescentes. Em 2019, o lucro bruto foi de US$ 1,36 milhão. Em 2018, relatou lucro bruto de US$ 1,24 milhão e, em 2017, foi de US$ 1,09 milhão.

Atualmente, as ações da Idexx estão em alta, cotadas a US$ 624,54.

Trupanion (TRUP)


A Trupanion oferece seguro médico para cães e gatos por assinatura. Os clientes da empresa estão localizados nos EUA, Canadá e Porto Rico. A empresa foi fundada em 2000 e está sediada em Seattle, Washington. Ao preço atual da ação, a capitalização de mercado é de cerca de US $ 4,6 bilhões.

A companhia tem apresentado um bom desempenho recentemente: em março de 2020 as ações estavam sendo negociadas em torno de US$ 25. Agora, estão perto de US$ 120, alta de cerca de 400%.

Chewy (CHWY)

A Chewy atua no segmento pet, mas focada no comércio eletrônico e oferece aproximadamente 60.000 produtos de 2.000 marcas parceiras por meio de seu site de varejo. A empresa foi fundada em 2010 e está sediada em Dania Beach, Flórida.

A companhia abriu seu capital em junho de 2019, vendendo seus papéis por pouco mais de US$ 20. Atualmente, são negociados em torno de US$ 82.

 

*Esse conteúdo é apenas para informação e não deve ser entendido como uma oferta ou recomendação de investimentos. Performance passada não garante resultados futuros.


Relacionados