Share

Investir no exterior: o que são os ETFs de momentum

ETFs de momentum são aqueles dedicados a investir em ativos que apresentem bons resultados atuais, mas eles requerem gestão ativa do patrimônio para sair antes da baixa. Entenda a estratégia em nosso blog.

Investindo nos EUA: o que são os ETFs de momentum

 

Qual o momento certo para comprar um ativo? Na baixa? Quando começa a subir? Ou o correto é adotar uma estratégia de longo prazo e “esquecer” do produto por um bom tempo, apostando nos fundamentos da empresa?

 

Não há resposta certa para isso, já que cada investidor tem seu objetivo e sua estratégia. Porém, há no mundo das finanças um fator chamado “momentum”, palavra do latim usada na língua inglesa para definir o estado atual de um ativo.

 

Nesse tipo de análise, se consideram tendências atuais, como retornos recentes e movimento do preço dos ativos, para se investir em uma empresa que mostra bons resultados no curto prazo. Além disso, o investidor de momentum vende algumas posições em empresas com índices ruins, fazendo uma aposta na manutenção da tendência de baixa.

 

Porém, como o próprio nome diz, os resultados que atraem esse tipo de investidores são, de momento, sujeitos a mudanças rápidas. Por conta disso, usar uma estratégia de momentum requer uma gestão ativa para aproveitar os ganhos sem sofrer com as perdas, que podem ser rápidas.

 

Então os principais ativos usados nessa estratégia são os ETFs de momentum, fundos de investimentos dedicados a analisar e investir em empresas, companhias e ativos que demonstram bons resultados atuais.

 

Os ETFs de momentum valorizam muito os números de retorno de investimento em um período de um ano para definir se o ativo se encaixa na estratégia do fundo, acreditando que rendimentos passados são indicativos de lucros futuros. Isso faz com que os ETFs de momentum se diferenciem dos ETFs de growth, que acompanham performances, mas se apegam mais nas projeções para o futuro e nos fundamentos.

 

Além disso, estes ETFs criam “pontuações de momentum”, índice que leva em consideração o tamanho da empresa, seu valor de mercado e a qualidade de seus ativos.

 

Essa pontuação costuma ser usada em conjunto com análises de fundamentos para que o investidor vá além do número de retorno de investimento para saber se o ativo está no “momentum” correto.

 

Abaixo, trazemos os 10 maiores ETFs voltados para momentum comercializados no mercado americano:

 

iShares MSCI USA Momentum Factor ETF

 

  • Ticker: MTUM
  • Total em ativos: US$ 11,3 bilhões
  • Invesco DWA Momentum ETF
  • Ticker: PDP
  • Total em ativos: US$ 1,2 bilhão

 

Pacer Trendpilot US Bond ETF

 

  • Ticker: PTBD
  • Total em ativos: US$ 968,4 milhões
  • Invesco S&P MidCap Momentum ETF
  • Ticker: XMMO
  • Total em ativos: US$ 924,1 milhões

 

 

iShares MSCI Intl Momentum Factor ETF

 

  • Ticker: IMTM
  • Total em ativos: US$ 835,3 milhões

 

Invesco S&P SmallCap Value with Momentum ETF

 

  • Ticker: XSVM
  • Total em ativos: US$ 724,1 milhões

 

Invesco DWA SmallCap Momentum ETF

 

  • Ticker: DWAS
  • Total em ativos: US$ 404,9 milhões

 

VictoryShares USAA MSCI International Value Momentum ETF

 

  • Ticker: UIVM
  • Total em ativos: US$ 312,9 milhões

 

SPDR Russell 1000 Momentum Focus ETF

 

  • Ticker: ONEO
  • Total em ativos: US$ 310,0 milhões

 

VictoryShares USAA MSCI USA Value Momentum ETF

 

  • Ticker: ULVM
  • Total em ativos: US$ 300,0 milhões

 

 

 

*Esse conteúdo é apenas para informação e não deve ser entendido como uma oferta ou recomendação de investimentos. Performance passada não garante resultados futuros.


Não tem o app da Stake?

Saia na frente! Ganhe uma ação da Nike, Dropbox, GoPro ou uma ação surpresa se você fizer um depósito mínimo de R$500 nas primeiras 24h após a abertura da conta.


Relacionados