Share

Investir no exterior: conheça o setor financeiro

Eles são um dos bastiões da economia mundial, responsáveis, tanto por grandes altas, quanto grandes quedas nas bolsas de valores. Conheça o setor financeiro e seus maiores expoentes no blog da Stake.

Todos sabem que o mundo viveu dois anos caóticos entre 2020 e 2021, com restrições sanitárias e de circulação. Diante dessa situação, empresas do setor financeiro tiveram papel vital para evitar impactos ainda mais profundos na economia dos países, sendo responsáveis por ajudar a financiar programas de renda excepcionais ou mesmo realizando empréstimos e créditos.

 

O apoio veio a um preço, já que bancos globais tiveram perdas de US$ 1,5 trilhão em empréstimos até o terceiro trimestre de 2020, mais do que todas as perdas registradas em 2019, segundo a consultoria McKinsey.

 

Não é para menos. Os bancos americanos tiveram papel importante no alívio financeiro entre 2020 e 2021, com as maiores instituições financeiras do país sendo responsáveis por prover US$ 103,4 bilhões à população, enquanto que os 100 maiores bancos europeus contribuíram com US$ 68,8 bilhões nos últimos dois anos.

 

Por conta dos grandes montantes gastos nos últimos dois anos, a Deloitte estima que a indústria de bancos dos Estados Unidos deve ter sofrido retrações de cerca de 5,6% em 2020, mas deve se recuperar em 11,7% em 2022.

 

A projeção de crescimento é funcamentada pela BusinessWire, que vê o mercado de serviços financeiros global crescendo a uma taxa de 9,9% até o final de 2021. Já para 2025, a projeção de crescimento é de cresça a uma taxa de 6% ao ano.

 

Veja abaixo quais as cinco maiores instituições financeiras do mercado americano:

 

JPMorgan Chase (JPM)

Valor de mercado: US$ 496,8 bilhões

O banco é o maior dos Estados Unidos e o terceiro maior do mundo em termos de valor de mercado. Ele atua na categoria de “Bulge Bracket”, bancos de investimentos cujos principais clientes são fundos, governos e grandes corporações. 

 

A empresa já passou por diversos nomes, aquisições e vendas, porém a parte mais antiga da instituição é o Bank of Manhattan, terceira corporação bancária mais antiga dos EUA, fundada em 1799. O JP Morgan teve um 2020 acima das expectativas, registrando receita de US$ 29,2 bilhões apenas no último quarto do ano, superando a marca do mesmo trimestre de 2019 e acima das expectativas do mercado.

 

 

Bank of America (BAC)

Valor de mercado: US$ 390, 2 bilhões

O Bank of America nasceu como Bank of Italy de San Francisco em 1904. Sim, a instituição que leva o nome do país nasceu com o intuito de ajudar imigrantes do país da bota que chegavam à cidade da costa oeste. A instituição só ganhou o nome que tem hoje em 1928, quando o Bank of Italy comprou o Bank of America.

 

Um dos grandes trunfos da empresa foi a criação da Visa, em 1958, tornando-se uma das pioneiras do mercado de cartões de crédito.

 

 

Wells Fargo (WFC)

Valor de mercado: US$ 201,2 bilhões

O Wells Fargo nasceu junto com a corrida pelo ouro na Califórnia, na segunda metade do século XIX. A companhia buscava oferecer serviços bancários para os muitos migrantes que chegavam à costa oeste na época, e também foi responsável por financiar diversos projetos de infraestrutura, como ferrovias e serviços postais.

 

Atualmente, a atuação do banco é forte em serviços para pessoas físicas, sendo o segundo maior banco dos Estados Unidos em fornecer hipotecas e responsável por 1 a cada 4 empréstimos para compra de casas no país.

 

 

Morgan Stanley (MS)

Valor de mercado: US$ 183,5 bilhões

O banco nasceu de uma cisão do JPMorgan após uma decisão da justiça americana de 1933, que previa que bancos não poderiam atuar na área de investimentos e na área comercial. Enquanto o JPMorgan escolheu a área comercial, os funcionários Henry Morgan e Harold Stanley decidiram continuar na área de investimento criando um banco cujo nome era a fusão dos sobrenomes dos fundadores, em 1935.

 

Atualmente o banco é uma empresa global, presente em 42 países com mais de 60 mil funcionários. Suas principais áreas de atuação são as áreas de segurança institucional, gestão de riquezas, e investimentos.

 

 

Charles Schwab Corporation (SCHW)

Valor de mercado: US$ 153,5 bilhões

A trajetória do banco foi meteórica, sendo o mais novo da lista, fundado em 1971. A instituição começou com foco em oferecer serviços de corretagem aos clientes e, em 1975, começou seus serviços de corretagem com descontos, o que se tornou característica da empresa, que atraia novas pessoas para o mercado financeiro. Entre 1978 e 1979, o número de clientes do banco dobrou. Foi também nesse período, que o banco se tornou o primeiro a trabalhar com sistema de corretagem automatizado.

 

Em 1982, realizou sua primeira expansão internacional, em Hong Kong. Ao final daquele ano, o número de clientes da empresa era de 374 mil. A empresa passou o final dos anos 1980 e os anos 1990 mudando de foco, o que gerou resultados ruins. A empresa passou o final dos anos 1980 e os anos 1990 mudando de foco, o que gerou resultados ruins. Em 2003, o fundador passaria o bastão a seu braço direito David Pottruck. No entanto, Pottruck seria demitido no ano seguinte pelo conselho da empresa. O fundador Charles Schwab voltou ao comando da companhia em 2004, retomando o foco da empresa em investidores individuais e consultoria financeira.

 

 

 

*Esse conteúdo é apenas para informação e não deve ser entendido como uma oferta ou recomendação de investimentos. Performance passada não garante resultados futuros.


Não tem o app da Stake?

Saia na frente! Ganhe uma ação da Nike, Dropbox, GoPro ou uma ação surpresa se você fizer um depósito mínimo de R$500 nas primeiras 24h após a abertura da conta.


Relacionados