Share

Investir no exterior: conheça o setor de música

Saiba mais sobre a evolução constante do setor de música, que foi do vinil ao Spotify, e sempre movimentou nossas vidas (literalmente, inclusive).

Desde que o Napster nasceu, em 2008, na Suíça, o serviço popularizou o download de músicas pela internet e revolucionou o setor. De lá para cá, ele teve que lidar com o declínio dos CDs, a popularização da distribuição digital e, até, com a volta do vinil. Foi preciso jogo de cintura para driblar tantas mudanças. Na esteira dessas revoluções, muitas empresas surgiram, não só aquelas ligadas diretamente à música, mas muitas que prosperam às margens dela.

Na última década, o destaque foi, sem dúvida, para o streaming. Assim como os streamings de filmes e séries, funcionam através da conexão de internet e tem players estabelecidos, como Spotify, Apple Music e Tidal.

Para se ter ideia, esse mercado registrou 83% de toda a receita do mercado musical americano em 2020 – desse total, 64% são de assinaturas pagas – com 15 milhões de novas assinaturas, a maior adição anual da história, segundo a Recording Industry Association of America (RIAA). Ao todo, os Estados Unidos têm, hoje, 75,5 milhões de assinantes de serviços de música, que geram receitas de US$ 10,1 bilhões.

De um modo geral, o mercado de música americano também foi bem e fechou 2020 com arrecadação de US$ 12,2 bilhões, crescimento de 9,2% em relação a 2019, mesmo com as casas de show fechadas em grande parte do ano.

O lado B da música

Porém, o mercado vai muito mais além do streaming e de uma boa música. Hoje, a indústria que envolve a produção musical é ampla e inclui gravadoras, rádios via satélite e  produtoras de caixas de som e fones de ouvido, popularizados com o boom dos smartphones, iPods e com as facilidades da conexão bluetooth.

Para saber mais um pouco desse mercado tão amplo, listamos algumas das maiores empresas ligadas a música listadas na bolsa americana. Algumas são conhecidas de nosso cotidiano, como o Spotify e Warner Musical, enquanto outras empresas são menos famosas, mas não menos importantes:

Spotify (SPOT)

Valor de mercado: US$ 45,3 bilhões

O Spotify foi o pioneiro no streaming de músicas.  Hoje, colhe os frutos da sua iniciativa, sendo o serviço com mais assinantes, com quase 200 milhões de usuários no mundo todo. Em 2020 o app cresceu  24% de seus assinantes pagos, chegando a marca de 155 milhões de pagantes.

E a plataforma não para de se movimentar, em especial, em direção aos podcasts. A empresa comprou a exclusividade dos podcasts do americano Joe Rogan por US$ 100 milhões. Ainda assim, a maior compra do Spotify foi a Gimlet Media, criadora de podcasts de sucesso como o The Pitch, Crimetown e Startup, por US$ 195 milhões.

SiriusXM Radio (SIRI)

Valor de mercado: US$ 24,3 bilhões

Se você entrar em um carro nos Estados Unidos, são grandes as chances de você acabar escutando uma das centenas de estações de rádio da SiriusXM. A empresa é a única provedora de rádio via satélite nos Estados Unidos, uma realidade no país, especialmente nos carros, que já vem equipados com a tecnologia graças a uma parceria da empresa com montadoras.

Apesar de não apresentar uma taxa de crescimento muito grande, pelo menos em comparação às empresas de streaming, a SiriusXM vem apresentando resultados sólidos desde 2008, ano de sua fundação. A empresa terminou 2020 com 34,7 milhões de assinantes, contra os 6,3 milhões de assinantes da Pandora, sua principal rival no ramo de rádio via satélite.

Warner Bros Music Group Corp. (WMG)

Valor de mercado: US$ 22,23 bilhões

Ed Sheeran, Cardi B, Bruno Mars, Black Sabbath, Dire Straits, Iza, Anitta, David Bowie, Coldplay, David Guetta, Dua Lipa, Linkin Park, Madonna, Red Hot Chilli Peppers. Esses são alguns artistas que têm contrato vigente com a Warner Bros Music Group. Entendeu o por quê dela ser a maior gravadora do mundo em valor de mercado?

Apesar do enorme catálogo, a empresa andou de lado em 2020 por conta das restrições de apresentações ao vivo e outras ativações com artistas. Porém, com a reabertura das economias, a tendência é que a Warner Music Group volte a crescer – antes de 2020, a taxa de crescimento anual da empresa era de cerca de 10%.

Live Nation Entertainment (LYV)

Valor de mercado: US$ 20,53 bilhões

Se você já foi em algum show, provavelmente deu dinheiro para a Live Nation, que é dona da Ticketmaster, que detém cerca de 70% do mercado de ingressos nos Estados Unidos.

A empresa foi uma das mais afetadas pela pandemia, com o fim dos shows e apresentações presenciais, porém com a vacinação, os shows ao vivo devem voltar com força, aumentando a demanda por ingressos.

Dolby (DLB)

Valor de mercado: US$ 9,4 bilhões

Os sistemas de som da Dolby são os mais usados no mundo, equipando salas de cinemas, alguns dos melhores estúdios de gravação do mundo e salas com potentes caixas de som. Porém, além de produzir equipamentos de som, a empresa se notabilizou por isolar o som: o primeiro grande produto da marca foi também o primeiro sistema de redução de ruído da história, uma tecnologia que hoje foi popularizada em fones de ouvido.

 

*Esse conteúdo é apenas para informação e não deve ser entendido como uma oferta ou recomendação de investimentos. Performance passada não garante resultados futuros.


Não tem o app da Stake?

Saia na frente! Ganhe uma ação da Nike, Dropbox, GoPro ou uma ação surpresa se você fizer um depósito mínimo de R$500 nas primeiras 24h após a abertura da conta.


Relacionados


Stake logo
Esse ambiente virtual é gerido por uma companhia brasileira (Ativa Investimentos) e uma companhia Australiana (Stake), estando sujeito à regulação de diversas jurisdições. Para maiores informações clique aqui.
A Stakeshop Pty Ltd. (“Stake”) é autorizada a funcionar na Austrália sob o registro regulatório ACN n. 610 105 505 perante a Australian Securities and Investments Commission. A Stakeshop Pty Ltd., empresa australiana que presta seus serviços a partir da Austrália, não está autorizada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) a oferecer diretamente serviços de distribuição de valores mobiliários a investidores residentes, domiciliados ou incorporados na República Federativa do Brasil. Nada aqui deve ser entendido como uma oferta direta de serviços endereçados a esses investidores. Nos termos do parecer de orientação CVM n. 33 de 30.09.2005, entidades estrangeiras reguladas em seus respectivos países (como a Stake) que desejarem ofertar seus serviços de intermediação a clientes residentes no Brasil devem contratar um intermediário devidamente autorizado pela CVM. Nesse sentido, a Stakeshop Pty Ltd. contratou a Ativa Investimentos S.A. Corretora de Títulos, Câmbio e Valores para conduzir a sua oferta de serviços a residentes no Brasil, respeitando assim as diretrizes apontadas pela Comissão de Valores Mobiliários do Brasil. Por se tratar de investimento realizado diretamente nos Estados Unidos da América por meio da Stakeshop Pty Ltd. e da Ativa Investimentos S.A. Corretora de Títulos, Câmbio e Valores, o investidor dever ter conhecimento do idioma e da regulação local. Os serviços prestados pela Stakeshop Pty Ltd., Ativa Investimentos S.A. Corretora de Títulos, Câmbio e Valores, e demais parceiros das companhias no exterior e no Brasil, não devem ser entendidos como uma oferta de valores mobiliários direcionados a esses investidores. Os investidores residentes, domiciliados ou incorporados na República Federativa do Brasil que se tornaram ou venham a se tornar clientes da Stakeshop Pty Ltd. por meio da Ativa Investimentos S.A. Corretora de Títulos, Câmbio e Valores podem entrar em contato no seguinte endereço eletrônico: stake@ativainvestimentos.com.br. Os investimentos oferecidos pela Stakeshop Pty Ltd. e administrados pela DriveWealth LLC. são protegidos pelo regulador americano (i.e., SIPC) em valores até US$ 500.000 (incluindo US$ 250.000 em solicitações de pagamento em dinheiro). Verifique as condições gerais no site www.sipc.org. Lembre-se de que, embora a diversificação possa ajudar a espalhar riscos, ela não garante lucro nem protege contra perdas. Sempre existe o potencial de perder dinheiro quando você investe em valores mobiliários ou outros produtos financeiros. Os investidores devem considerar cuidadosamente seus objetivos e riscos de investimento antes de investir. O preço de um determinado título pode aumentar ou diminuir com base nas condições do mercado e os clientes podem perder dinheiro, incluindo seu investimento original. As informações fornecidas neste site são de natureza geral e não pretendem substituir um aconselhamento individualizado e específico sobre impostos, leis ou planejamento de investimentos. Os investidores devem se informar e, quando apropriado, consultar um profissional sobre possíveis consequências fiscais associadas à oferta, compra, posse ou alienação de ações de acordo com as leis de seu país de cidadania, residência, domicílio ou incorporação. Alterações legislativas, administrativas ou judiciais podem modificar as consequências tributárias e, como é o caso de qualquer investimento, não há garantia de que a posição fiscal ou a posição tributária proposta que prevalece no momento em que um investimento é realizado durará indefinidamente. Nada neste site deve ser considerado uma oferta, recomendação, solicitação de oferta ou conselho para comprar ou vender qualquer título. Veja todos os avisos importantes sobre investimentos. A marca Stake está registrada na Austrália sob as classes 9 e 36. A Stakehop Pty Ltd. está registrada com CNPJ número 31.334.703/0001-80. Para mais informações sobre a Ativa, clique aqui.