Share

Investir no exterior: como investir em renda fixa nos Estados Unidos

Eles são um dos bastiões da economia mundial, responsáveis, tanto por grandes altas, quanto grandes quedas nas bolsas de valores. Conheça o setor financeiro e seus maiores expoentes no blog da Stake.

Muitos investidores quando escutam falar em renda fixa lembram do conselho de seus avós: “deixe o dinheiro na poupança que é mais seguro”, argumentavam os mais velhos.

 

Só que a maneira de encarar investimentos mudou e as opções mais complexas não são mais exclusividade de economistas, pessoas do mercado de investimentos ou àquelas muito ricas. Atualmente é possível ter acesso a todos os tipos de ações de empresas do Brasil e do mundo, além de começar a investir com qualquer quantia.

 

Hoje um investimento em renda variável, por exemplo, é algo feito por quase todos, mas é preciso olhar com cuidado para a renda fixa também. Por mais escanteada que ela tenha sido nos últimos tempos, essa modalidade de ativos ainda é importante para compor uma carteira de investimentos diversificada e que possa ter menos volatilidade.

 

Por sorte não é preciso abrir conta em outro lugar para começar a investir nesta categoria de ativos. A Stake oferece também investimentos em ETFs de renda fixa, que investem em títulos do tesouro americano, para você conseguir criar uma carteira equilibrada, com os ativos que quiser.

 

Entenda a renda fixa

 

Um ativo em renda fixa é caracterizado por ser um papel que está indexado a algum índice pré-definido na hora da compra, o que garante que o investidor saiba quanto vai receber após determinado tempo. Alguns destes títulos oferecem pagamentos de rendimentos semestrais.

 

Um dos principais motivos da existência de títulos de renda fixa é que as instituições conseguem dinheiro no ato da emissão do título para financiar obras, amortizar dívidas ou bancar uma expansão e pagar apenas no futuro um valor já conhecido. Já para o cliente, investimentos em renda fixa garantem estabilidade para uma carteira, por mais agressiva que ela seja. É um investimento que requer paciência, mas que não tira o sono dos investidores.

 

Os ativos de renda fixa mais conhecidos do mercado americano são os títulos do governo americano, negociados pelo Tesouro Americano e que podem durar de um até 30 anos. De maneira geral, quanto mais longo o título, maior tende a ser o rendimento dele.

 

Confira abaixo os tipos de títulos negociados pelo governo americano.

 

  • Bills: são títulos prefixados de até um ano que não realizam pagamentos semestrais. 
  • Notes: são títulos que podem durar de dois a 10 anos e que garantem pagamentos semestrais.
  • Bonds: são títulos de 10 a 30 anos de duração com pagamentos semestrais; 
  • Tips: títulos de 5 a 30 anos cujo rendimento  acompanha a inflação nos Estados Unidos.

 

Vale saber também que empresas americanas de capital aberto também podem emitir bonds. A única diferença entre os ativos está na segurança do investimento. Enquanto os títulos americanos são emitidos pelo governo federal com baixo risco de calote, bonds de empresas privadas estão atreladas a companhias, que estão sujeitas a falência. Por conta disso, é sempre importante analisar a saúde financeira da empresa que emite os títulos a fim de entender para quem você está “emprestando” dinheiro.

 

É importante ressaltar também que os valores dos títulos flutuam no mercado, então, caso  queira liquidar sua posição nestes ativos antes da data estipulada, você está sujeito a vender mais barato ou mais caro do que comprou.

 

Certificate of Deposity (CD)

 

Se o estado americano e empresas privadas têm os títulos como maneira de obter dinheiro através do endividamento, instituições financeiras podem emitir os Certificate of Deposity (CD), que funcionam de maneira muito similar aos títulos, com a diferença do emissor.

 

Segundo a Investopedia, os melhores CDs dos Estados Unidos têm taxas de retorno de três a cinco vezes maiores do que outros investimentos com a mesma duração. 

Há de se fazer a ressalva de que, apesar de ter melhores taxas de retorno, os CDs também têm taxas maiores para quem vender seu ativo antes do tempo estipulado, fazendo com que investidores possam perder dinheiro caso tenham que liquidar sua posição.

 

 

 

*Esse conteúdo é apenas para informação e não deve ser entendido como uma oferta ou recomendação de investimentos. Performance passada não garante resultados futuros.


Não tem o app da Stake?

Saia na frente! Ganhe uma ação da Nike, Dropbox, GoPro ou uma ação surpresa se você fizer um depósito mínimo de R$500 nas primeiras 24h após a abertura da conta.


Relacionados