Share

10 empresas com maior margem líquida no S&P 500

Momentos de crise podem ser oportunos para encontrar ativos com preços descontados

Em momentos de crise econômica, é comum que as empresas se esforcem para preservar o caixa. É uma forma dos negócios passarem com alguma tranquilidade em casos de imprevistos ou aumento da dívida em função de questões externas – o rápido aumento do endividamento de exportadoras diante de uma alta expressiva do dólar é um bom exemplo.

 

Além disso, como investidores costumam retirar dinheiro de ativos de risco, a disponibilidade para investimentos passa a ser menor, e as companhias de capital aberto, como aquelas listadas na Bolsa de Nova York (Nyse) e Nasdaq, são duplamente afetadas durante as fases de ‘inverno’.

 

Esse movimento não significa, porém, que não existam grandes empresas com valores atrativos. Muito pelo contrário: é comum que a escassez de capital nos principais mercados leve a distorções nos valuations, ou seja, é possível encontrar bons negócios baratos apostando no longo prazo.

 

Para auxiliar os investidores, listamos as 10 companhias do S&P 500 com maior margem líquida. De maneira simples, a margem líquida representa o percentual do lucro em relação aos custos de um negócio. Confira a lista:

 

 

10  – Intercontinental Exchange (ICE)

 

Fundada em 2000, a Intercontinental Exchange, Inc. (ICE) é uma provedora de soluções de tecnologia para governos e empresas do setor financeiro, nos segmentos de câmbio, renda fixa, data service e hipoteca. Seu valor de mercado é de US$ 52,5 bilhões e a margem líquida está em 39,69%.

 

9  –  S&P Global Inc. (SPGI)

 

Considerada um dos players mais tradicionais no segmento de análises financeiras e rating, a S&P Global Inc. dispõe de soluções para os mercados de capitais e commodities. Na Bolsa de Nova York, está avaliada em US$ 107,8 bilhões. Sua margem líquida é de 40,43%.

 

8  – Signature Bank (SBNY)

 

O Signature Bank é um banco comercial americano presente nos estados de Nova York, Carolina do Norte e Califórnia. Suas soluções têm contas, crédito, seguros e wealth management, além de serviços para pequenas e médias empresas. O valuation é de US$ 11,20 bilhões. Atualmente, a margem líquida está em 43,13%.

 

7  – Texas Instruments Incorporated (TXN)

 

A Texas Instruments (TI) é responsável pela produção e venda de semicondutores para fabricantes de eletrônicos em escala global. Com o início da operação em 1930, na cidade de Dallas, no estado do Texas, a companhia vale mais de US$ 142 bilhões na Nasdaq, a bolsa para ativos de tecnologia nos Estados Unidos. Possui margem líquida de 43,13%.

 

6  – Mastercard (MA)

 

Com os primeiros passos em 1966, no estado de Nova York, a Mastercard se tornou conhecida pelos consumidores como uma importante bandeira de cartões de crédito e débito. No entanto, hoje vai além e oferece pagamentos, incluindo produtos para operações de cross-border. O valuation da companhia é de US$ 313 bilhões, enquanto a sua margem líquida está em 47,72%.

 

5 – Regeneron Pharmaceuticals, Inc. (REGN)

 

A Regeneron trabalha com biotecnologia farmacêutica especializada em criar e produzir medicamentos para diversas doenças, como diabetes, câncer, infecções e miopia. Atualmente, está avaliada em US$ 62,70 bilhões e sua margem líquida é de 48,06%.

 

4  – Visa (V) 

 

Assim como a Mastercard, a Visa ganhou notoriedade ao longo de décadas como uma bandeira de cartões em diversos mercados. Hoje, é vista como uma forte provedora de pagamentos para pessoas físicas, PMEs e empresas de diferentes segmentos. A empresa possui valor de mercado de US$ 409,5 bilhões e conta com margem líquida de 49,95%.

 

3 – CME Group

A Chicago Mercantile Exchange é uma Bolsa nos mercados de opções, contratos futuros e à vista de ativos, com sede em Chicago. Hoje, reúne investidores em mais de 85 países. Listada na Nasdaq, possui valuation de US$ 70,4 bilhões e margem líquida de 57,64%.

 

2 – Verisign, Inc. (VRSN)

 

A Verisign atua com o fornecimento de soluções de infraestrutura para internet, segurança, provedores e sistemas de back-end. A companhia é listada na Nasdaq e está avaliada em US$ 17,65 bilhões. Tem margem líquida de 58,63%.

 

1  – Moderna (MRNA)

 

Durante a pandemia, uma das empresas responsáveis pelo desenvolvimento de vacinas que impedem o avanço de covid-19 foi a Moderna. Além disso, o portfólio da companhia tem ainda tratamentos para problemas cardiovasculares, zika vírus, câncer e demais doenças autoimunes. Possui valor de mercado de US$ 48,3 bilhões e margem líquida de 65,01%.

 

 

 

 

*Esse conteúdo é apenas para informação e não deve ser entendido como uma oferta ou recomendação de investimentos. Performance passada não garante resultados futuros.


Não tem o app da Stake?

Saia na frente! Ganhe uma ação da Nike, Dropbox, GoPro ou uma ação surpresa se você fizer um depósito mínimo de R$1.000 nas primeiras 24h após a abertura da conta.


Relacionados